Análise dos prospects do Draft: Inside Linebackers

20 04 2009

1. Rey Maualuga – USC – 1,88 m 116 Kg

Quem é: Maualuga foi jogador de Southern Cal. por 4 anos, sendo 3 deles como titular, durante esse período fez 272 tackles e teve 5 interceptações, fazendo com que figurasse no All-Pac 10 team em todos seus anos, sendo que nos 3 em que foi titular foi eleito pro All-Pac10 first team. Se encaixa melhor numa defesa 3-4.

Pontos fortes: É muito atlético, está preparado fisicamente para a NFL. Também é bem agressivo e veloz. Consegue realizar muitos Big Hits. Seus “instintos” são bem apurados, tem muita força e muita explosão, por isso consegue ler a jogada e reagir a ele bem rapidamente. Consegue se soltar facilmente dos bloqueadores. É um grande Pass-Rusher e um bom blitzer. Se sai bem em jogadas de cobertura. É bem versatile. Além disso, tem uma boa presença de grupo, é bem engraçado e se da bem com todos.

Pontos fracos: Não é um dos LB mais velozes e é inconsistente. As vezes é muito agressivo, parecendo que é desleal. Tenta forçar muito o fumble, e por isso erra muitos tackles, além de que tenta alguns tackles em uma posição não apropriada. Sua mudança de direção não é muito boa. Se posiciona for a de sua posição às vezes. Comportamento for a de campo questionável.

No combine:
40-Yard Dash: 4.82 seg.
Bench Press: 23 rep.

Projeção: Top 20

2. James Laurinaitis – Ohio State – 1,91 m 111 Kg

Quem é: Laurinaitis foi jogador de Ohio State por 4 anos, sendo a maior parte desse tempo como titular. Realizou 376 tackles e impressionantes 9 interceptações. Foi eleito três vezes para o All-American team, em 2006, 2007 e 2008

Pontos fortes: Tem o tamanho e o atletismo ideal para um ILB. Consegue ler a jogada rapidamente, conseguindo se posicionar bem nela. Raramente fica fora de sua posição. É bem instintivo. Tem boas mãos, conseguindo sair dos bloqueios rapidamente. Talvez sua maior habilidade seja o tackle, somando com sua grande explosão consegue fazer muitos Big Hits. É muito bom na cobertura. Tem uma velocidade e agilidade. Não tem dificuldades para fazer sacks e interceptações. Não sofre muitas lesões e é bem produtivo.

Pontos fracos: Precisa ganhar mais força, especialmente no tronco. Não tem um grande leque de movimentos em seu pass-rush. Não realiza grandes jogadas.

No combine:

40-Yard Dash: 4.88 seg.
Bench Press: 22 rep.

Projeção: 1º/2º round.

3. Darry Beckwith – LSU – 1,85 m 105 Kg

Quem é: Beckwith jogou por 4 anos na Universidade do Estado de Louisiana, sendo 3 destes como titular. Ao todo foram 188 tackles e 2 interceptações.

Pontos fortes: Bom tamanho para a posição, consegue ganhar massa muscular sem perder muita agilidade. Seu jogo é bem agressivo e físico. Consegue sair rapidamente dos bloqueadores usando sua força. Não é precipitado, ou seja, confia nos seus colegas de equipe e não sai da sua posição para realizar outro papel. Lê bem as jogadas, conseguindo realizar muitos sacks. Versátil.

Pontos fracos: Não tem a explosão necessária para fazer uma blitz, o que o faz chegar atrasado, às vezes, nas jogadas. Tenta fazer muito o uso de sua força para sair dos bloques, o que nem sempre é o ideal. Sofre muito com lesões, principalmente no joelho, ficou de fora vários jogos nos 3 ultimo anos por conta disso.

No combine:
40-Yard Dash: 4.79 seg.
Bench Press: 23 rep.

Projeção: 2º/3º round

4. Scott McKillop – Pittsburgh – 1,88 m 109 Kg

Quem é: McKillop jogou por 4 anos na Universidade de Pittsburgh, sendo 2 destes como titular. Ao todo foram 211 tackles e 3 interceptações.

Pontos fortes: Muito produtivo e bem instintivo. Boa noção de quando evitar e quando partir para cima dos bloqueadores. Excelente conhecimento do jogo, consegue ler muito bem as jogadas, parece adivinhar aonde a bola vai. Consegue conhecer quando os TE irão para uma “delayed route”. Muito bom nos tackles, consegue achar bem os espaços no campo para realiza-los. Consegue cobrir bem os WR nas rotas curtas. Consegui tirar os Slot WR facilmente de suas rotas. Bom nas leituras das rotas.

Pontos fracos: Seu atletismo deixa a desejar, tem apenas um bom tamanho de corpo. Não tem muita velocidade correr atrás dos outros jogadores. Prefere desviar dos bloqueadores. Não consegue sair muito bem dos bloques quando está “engaged”. Melhor na interceptação do que no Hard-Hit . Não tem boa explosão para realizar blitz.

No combine:
40-Yard Dash: 4.80 seg.
Bench Press: 27 rep.

Projeção: 3º/4º round

5. Gerald McRath – Southern Miss – 1,91 m 105 Kg

Quem é: Jogou por 4 anos em Southern Mississipi, sendo 2 como titular. Conseguiu 378 tackles e 5 fumbles forçados.

Pontos fortes: Tem bons instintos. Consegue se posicionar bem e rapidamente nas jogadas. Consegue fazer uma boa leitura dos olhos do QB, sendo um grande jogador para jogar na cobertura. Dificilmente é enganada nas jogadas de Play Action ou Trick Plays. Boa velocidade pelas laterais. Confiante no tackle. Boa agilidade e boa agressividade para se livrar dos bloques, vem melhorando muitos nessa parte.

Pontos fracos: Precisa melhorar a força de seu tronco e de suas pernas. Parece mais com um Stronge Safety do que com um Inside LineBacker. Sua velocidade deixa a desejar nas jogadas de cobertura, não realizando bem a transição dos LB para os Defensive Backs. Prefere evitar os bloqueadores do que partir para cima deles.

No combine:
40-Yard Dash: 5.61 seg.
Bench Press: 19 rep.

Projeção: 3º/4º round

 

O Draft é sábado às 17h. Não esqueçam!

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: