Análises dos prospects do Draft: Guards

28 03 2009

1. Duke Robinson Oklahoma 1,96 m 160 Kg

 

Quem é: Duke Robinson foi Guard do Oklahoma Sooners durante 4 anos e nesse período cedeu apenas 2 sacks e foi muito importante nas jogadas de Touchdowns fazendo bloqueios decisivos e tornando-se assim o principal Guard da classe do draft.

 

Pontos fortes: Robinson é um guard muito forte e pesado, empurra bem os defensores sendo um grande bloqueador para corridas, é versátil, é ágil, adquiriu alguma experiência no college, trabalha bem com as mãos e tem bom equilíbrio corporal.

 

Pontos fracos: Duke Robinson não é veloz, não trabalha tão bem com os pés, as vezes fica meio disperso nas partidas, tem problemas com DTs rápidos, as vezes é inconsistente e pode ter problemas com ética nos treinamentos.

 

No Combine:

40-Yard Dash: 5.27 seg.

 

Projeção: 1º Round

 

Comparável a: Shawn Andrews. Ambos são excepcionais Run Blockers e fazem bloqueios importantes para os drives, os dois tem problemas contra defensores velozes.

 

2. Andy Levitre Oregon State 1,91 m 144 Kg

 

Quem é: Levitre foi jogador do Oregon State Beavers durante 4 anos. Ele começou como Guard, mas em 2007 virou OT jogando como Left Tackle e Right Tackle. Apesar disso, Levitre se declarou pro Draft como Guard por achar que vai se dar melhor por esse setor.

 

Pontos fortes: Andy Levitre é muito forte, versátil, inteligente, se move bem e é ótimo abrindo espaços pra corridas. Levitre tem um bom trabalho de mãos, é um líder dentro de campo e sempre se posiciona bem.

 

Pontos fracos: Não é alto para um Guard, seus braços não são longos, bloqueia mal em campo aberto, não é tão bom empurrando os defensores, não é muito atlético e precisa adquirir mais experiência na posição.

 

No combine:

40-Yard Dash: 5.26 seg.

Bench Press: 23 rep.

Vertical Jump: 30.5 inches

20-Yard Shuttle: 4.52

 

Projeção: 2º/3º round

 

Comparável a: Josh Beekman. São Guards que joggaram em outra posição na universidade, tem um centro de gravidade baixo, ideal para Guards e usam muito bem as mãos.

 

3. Trevor Canfield Cincinnati 1,96 m 138 Kg

 

Quem é: Canfield foi Guard do Cincinnati Bearcats durante 4 anos e jogou a maior parte dos jogos como Right Guard cedendo apenas 7 sacks em sua carreira universitária.

 

Pontos fortes: Canfield tem boa mobilidade lateral, é forte, tem um bom tipo físico, é bom em os posicionamentos e ângulos das jogadas, é agressivo em campo e dificilmente sofre contusões.

 

Pontos fracos: Canfield precisa ganhar mais força, às vezes cai excessivamente, precisa melhorar seu equilíbrio, tem problemas para bloquear no campo aberto e para enfrantar defensores mais agressivos.

 

Projeção: 3º/4º round

 

No combine:

40-Yard Dash: 5.32 seg.

Bench Press: 29 rep.

 

Comparável a: Jacob Bell. Ambos tem muita força, jogam bem em Zone Blocking Scheme, e bloqueiam bem em movimento, Canfield pode jogar como Right Tackle na NFL.

 

4. Herman Johnson LSU 2,01 m 173 Kg

 

Quem é: Herman Johnson foi Guard do LSU Tigers por 4 anos, nesse período conquistou um titulo do BCS Championship Bowl, cedendo 3.5 sacks durante a faculdade.

 

Pontos fortes: Johnson é um gigante, com mais de 2 metros de altura e 173 quilos, ele usa sua força física a seu favor, tem braços longos e é bom protegendo o QB e abrindo buracos pros RBs, é agressivo em campo e tem versatilidade.

 

Pontos fracos: Johnson não é veloz, tem problemas com seu centro de gravidade, precisa melhorar seu trabalho com os pés, não se adapta a todos os esquemas de jogo e bloqueia mal em campo aberto.

 

No combine:

40-Yard Dash: 5.53 seg.

Bench Press: 21 rep.

 

Projeção: 4º round

 

Comparável a: Stacy Andrews. Ambos são muito pesados e podem ser considerados ágeis para um jogador dessa altura, podem jogar como Tackles também e têm problemas com movimentação.

 

5. Kraig Urbik Wisconsin 1,98 m 151 Kg

 

Quem é: Urbik jogou no Wisconsin Badgers durante 4 anos, começou sua carreira de college como Tackle jogando muito bem e no 2º ano foi movido para Guard e também jogou bem no setor. Urbik cedeu apenas 3 sacks e foi muito importante para o time.

 

Pontos fortes: Urbik é muito grande e forte, joga de um modo bastante físico, usa bem as mãos e sua especialidade é abrir espaços para os corredores, também pode ser RT, é inteligente e dificilmente sofre contusões.

 

Pontos fracos: Não bloqueia bem em movimento, não tem velocidade nem agilidade, costuma cair com freqüência durante os bloqueios, não é muito atlético e poderia melhorar seu trabalho com os joelhos.

 

No combine:

40-Yard Dash: 5.35 seg.

Bench Press: 29 rep.

 

Projeção: 4º/5º round

 

Comparável a: Travelle Wharton. Jogadores bons como bloqueadores para corridas que podem jogar como Tackles e são pouco velozes.

Anúncios

Ações

Information

One response

30 03 2009
Shev

Muito bom o site. Sempre com boas análises, a equipe está de parabéns.

Creio que há uma chance do meu JETS draftar um desses guards em late rounds, para aprender com o Faneca.

Haverá mais notícias da NCAA aqui, quando a temporada começar? Sinto falta de um site confiável p/ acompanhar o que acontece.

Mais uma vez, parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: