Análise dos prospects do Draft – OTs – Parte 2

21 03 2009

1. Jason Smith 1,96m 140kg

Quem é: Jason Smith foi offensive tackle da universidade de Baylor por 4 anos. O interessante é que antes dele jogar de OT, Smith era TE da mesma universidade.

Pontos fortes: Incrivelmente atlético para um offensive tackle. Possui a agilidade e velocidade para neutralizar defensive ends rápidos, tem braços longos, é ‘agressivo’ e consegue dar muitas pancakes. Tem boas atitudes fora de campo. Seus treinadores falaram que ele deu tudo dele para aprender a jogar de left tackle.

Pontos fracos: DEs fortes trazem problemas para Smith. Ele deixa pequenos DEs ficarem abaixo de seus pads, precisa desenvolver mais força, principalmente na parte debaixo de seu corpo. Smith precisa ganhar mais massa muscular para ficar no peso e na força ideal para um LT da NFL.

No combine:
40 yard dash:
5.22 seg.
Bench press: 33 repetições
3 cone drill: 7.53

Projeção: Top 5

2. Eugene Monroe 1,96m 140 Kg

Quem é: Monroe foi o LT pela universidade de Virginia Cavaliers por 3 anos. Ele tem o apelido de ‘Little Brick’ por ser comparado ao ótimo LT do Jets, D’Brickashaw Ferguson. Monroe realizou o impressionante feito de manter o agora LT do Chiefs Branden Albert como guard em Virginia.

Pontos fortes: Monroe é um tipíco LT da NFL, alto e com grandes braços. Ágil após o snap, Monroe tem facilidade para neutralizar DEs muito fortes. Domina o jogo corrido, conseguindo parar fácilmente ends e tackles adversários. Monroe tem bom trabalho de pés e agilidade. Faz um bom trabalho ‘aumentando’ o pocket para o quarterback lançar.

Pontos fracos: Tem trabalho com DEs rápidos e ágeis, principalmente quando cortam para dentro ou para fora logo após o snap. Monroe sofre com uma pequena, mas problemática lesão em seu joelho. Precisa utilizar melhor suas mãos.

No combine:
Broad Jump:
9″2″

Projeção: Top 5

3. Michael Oher 1,93m 140 Kg

Quem é: Michael Oher foi LT da universidade de Ole Miss Rebels por 3 anos. Sua vida antes da universidade foi tema do livro de Michael Lewis “The Blind Side: Evolution of a game.”

Pontos fortes: Top prospect a bastante tempo, Oher tem ótimo tamanho, força e agilidade para ser um ótimo LT na NFL. Faz um ótimo trabalho com seus longos braços empurrando os adversários para longe do quarterback. Consegue bloquear bem blitzes adversárias.

Pontos fracos: O maior defeito de Oher é o uso de suas mãos. Ele não as usa direito e permite que DEs rápidos passem por ele fácilmente algumas vezes. Oher comete faltas de holding frequentemente, além de ser muito inconsistente, nunca jogou em alto nível por muito tempo.

No combine:
Vertical Jump:
30.5
20 yard shuttle: 40.6

Projeção: Top 15

4. Andre Smith 1,93m 154 Kg

Quem é: Andre Smith foi o LT de Alabama por 4 anos. Alguns especialistas em NCAA falaram que ele era o run blocker mais dominante no college desde Orlando Pace.

Pontos fortes: Smith é um jogador durável, joga de titular por Alabama desde sua temporada de freshman. Smith é um run blocker fora de série, usa suas mãos muito bem e consegue fácilmente neutralizar o DE adversário. É ótimo em movimento, faz um bom trabalho quando tem que abaixar para levar vantagem.

Pontos fracos: Não trabalha muito bem com os pés. Não é muito ágil. Smith pode ter um problema com seu peso, que já o atrapalhou no passado. Tem corpo de guard com pernas largas. Tem problemas de atitudes, chegou a ser suspendido do Sugar Bowl no seu ano de Junior.

Andre Smith não participou do Combine:

Projeção: Top 20

5. William Beatty Connecticut 1,98 m 141 Kg

Quem é: William Beatty foi OT do Connecticut Huskies durante 4 anos, nesse tempo foi LT reserva em 2005, em 2006 ele assumiu a titularidade, mas após o 5º jogo sofreu uma contusão no joelho que tirou ele do resto da temporada. A partir de 2007, Beatty foi titular em todos os jogos cedendo apenas 6.5 sacks.

Pontos fortes: Beatty é muito grande e pesado, mas nem por isso não é ágil, trabalha muito bem com os pés, trabalha muito bem lateralmente sendo uma boa arama nos Zone Scheme Blockings da NFL. Mantém-se muito bem durante os bloqueios principalmnte de passes, é esperto e ainda pode melhorar.

Pontos fracos: Precisa de mais força, não é tão bom bloqueando para corridas, tem problemas contra DEs fortes, não usa suas mãos muito bem e pode sofrer com contusões.

No combine:
40-Yard Dash:
5.12 seg.
Bench Press: 27 rep.
Vertical Jump: 33.5 inches

Projeção: 1º round

Qual desses você gostaria de ver no seu time? Comente !

Anúncios

Ações

Information

3 responses

22 03 2009
Heidir

Meu ranking seria mais ou menos assim:
– Monroe
– J.Smith
– Ze Tetinha (Andre Smith)
– Oher

Monroe é a opção mais segura.
J. Smith tem mais potencial que o Monroe, mas tb é mais arriscado de ser um bust.
O Ze Tetinha teve muitos problemas na preparação do draft, mas dentro de campo ele foi o melhor OT de todos. Mesmo se não conseguir jogar de LT na NFL basta colocar ele de RT que ele deve ser um monstro nessa posição.
Oher é muito inconsistente.

23 03 2009
Nick

Bela ananálise, Como sempre.

25 03 2009
SalgadoLord

Foi o Pidots que fez essa ai?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: